ST 41 - HISTÓRIA DOS INTELECTUAIS: TRAJETÓRIAS, POSIÇÕES E FUNÇÕES POLÍTICAS

História dos Intelectuais: trajetórias, posições e funções políticas.
Scholars' history: itineraries, positions and political functions.
Historia de los intelectuales: itinerarios, posiciones y funciones políticas.

    
Rodrigo Davi Almeida
(Depto. de História da UFMT, Cuiabá/MT; rodralvida@yahoo.com.br)

Fábio Ruela de Oliveira
(Depto. de História da UNICENTRO, Guarapuava/PR; foliveira@unicentro.br)

Resumo: O Simpósio Temático (ST) História dos Intelectuais: trajetórias, posições e funções políticas pretende reunir pesquisas de história que estudem as trajetórias e as posições e funções políticas dos intelectuais a partir de um referencial crítico que problematize as relações entre o indivíduo, a sociedade, a cultura e a história. A historiografia produzida no último século desvendou a íntima relação entre os intelectuais e suas intervenções artísticas e culturais nos processos políticos e vice-versa. Assim, muitos outros temas se relacionam, tais quais: a história dos golpes, revoluções, ditaduras e democracias no Brasil e América Latina; as trajetórias, os movimentos socialistas, os engajamentos e exílios de intelectuais e artistas; a história da imprensa e outros meios de comunicação e ideologia; e finalmente estudos de arte, música, literatura, teatro, cinema e crítica cultural. A história dos intelectuais também compreende um emaranhado de saberes relacionados às formas singulares de viver e agir, de pensamentos políticos e de manifestações culturais e políticas.

Palavras-chave: intelectuais; história; política; trajetórias.
Keywords: scholars; history; politics; itineraries
Palabras-clave: intelectuales; historia; política; itinerarios