ST 34 - IMPRENSA, IMPRESSOS E HISTÓRIA DAS MULHERES: ESPAÇOS DE INTERSECÇÃO E DIÁLOGOS TRANSDISCIPLINARES

IMPRENSA, IMPRESSOS E HISTÓRIA DAS MULHERES: ESPAÇOS DE INTERSECÇÃO E DIÁLOGOS TRANSDISCIPLINARES
IMPRENSA, IMPRESOS E HISTORIA DE LAS MUJERES: ESPACIOS DE INTERSECCIÓN Y DIÁLOGOS TRANSDISCIPLINARES
PRESS, PRINTS AND HISTORY OF WOMEN: INTERSPECTION SPACES AND TRANSDISCIPLINARY DIALOGUES


Adriana Aparecida Pinto
Prof. Adjunto III dos cursos de Graduação e Pós Graduação em História
Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD
E-mail: adrianapintoufgd@gmail.com

Paula Faustino Sampaio
Professor Assistente do Curso de História da UFMT/Universidade Federal de Mato Grosso/ Rondonópolis
Docente na Pós-Graduação Lato Sensu “Sociedade, Política e Cidadania: olhares transdisciplinares”
Doutoranda do Programa de Pós Graduação em História /UFGD
E-mail: paulafaustinosampaio@hotmail.com

Ana Gonçalves Sousa
Graduada em História/Mestranda do Programa de Pós-Graduação em História UFGD/
E-mail: annninhasousa@hotmail.com

Palavras chave: impressos, imprensa, história das mulheres, gênero

A presente proposta de Simpósio Temático(ST) se inscreve na intenção de promover diálogos entre três abordagens da pesquisa histórica, a saber: estudos com/sobre impressos, em especial àqueles que tem na imprensa de circulação geral ou especializada (LUCA, 2005, 2010, 2012; PINTO, 2013, 2016) sua principal característica comunicativa - jornais e revistas -, alinhavados pelos estudos históricos sobre história das mulheres a partir da categoria analítica gênero para pensar mulheres, corpos, poderes representações (PERROT, 1988; SCOTT,1992; RAGO,2013;  BIDASECA, 2014; COLLING et TEDESCHI, 2015). Partimos do pressuposto de que a imprensa e os impressos são fundamentais na constituição dos sistemas de significação coletiva e individual e de representações sobre os espaços que se inserem, congregando em si forte carga disseminação de valores, normas e modos de proceder que integram  os contextos sociais em que circulam e são dados a ler (CHARTIER, 1998, 2001, 2003) e, por muitas vezes, apropriadas como valores e padrões do seu tempo. Pretendemos reunir estudos de graduação e pós-graduação, para dialogar em torno de uma vertente de diálogos transdisciplinar, ampliando o conhecimento sobre trabalhos que congregam estudos sobre história das mulheres e questões relativas ao gênero a partir do exame da tipologia documental atinente aos impressos.